Bichectomia A plástica das bochechas
Bichectomia: A plástica das bochechas
13 de março de 2017
esclarecimentos sobre Descolamento de retina
Descolamento de Retina
21 de março de 2017
Exibir tudo

Você sabe o que é melasma?

você sabe o que é melasma

você sabe o que é melasma

Você sabe o que é melasma?

Melasma é uma doença de pele bastante frequente, que acomete muito mais mulheres (nove mulheres para cada homem), e se caracteriza pela presença de manchas acastanhadas ou enegrecidas preferencialmente na face. Pessoas mais morenas e asiáticos tem mais chance de apresentar esta doença. O principal fator de risco para o desenvolvimento do melasma é a exposição à radiação ultravioleta que vem do Sol, mas também a exposição à luz visível e à radiação infra-vermelha. Também estão envolvidos fatores genéticos, terapias hormonais e gravidez, fatores emocionais e uso de medicações.

Hoje em dia, o melasma é considerado uma doença crônica, assim como o diabetes e a pressão alta. Em outras palavras, o tratamento deve ser feito para o resto da vida! Um dos tratamentos mais importantes é o uso do protetor solar. De preferência, o protetor deve fornecer proteção contra ultravioleta A e B (UVA e UVB), contra infra-vermelho e luz visível. Uma boa opção é o uso de protetores solares com cor, que apresentam um espectro de proteção maior e já ajudam a disfarçar e cobrir as manchas do rosto. Vale lembrar que o protetor deve ter FPS maior de 50 e que seu efeito dura até três horas.

Há várias substâncias que clareiam as manchas, que são chamadas despigmentantes. Já existem produtos prontos, e também é possível manipular. Alguns despigmentantes mais utilizados são a hidroquinona, o ácido kójico, o ácido glicólico, o ácido retinóico, o arbutin e a vitamina C, mas há muitas mais substâncias disponíveis. É importante passar em avaliação com o dermatologista antes de iniciar o uso destas substâncias. Muitas delas podem causar irritação e piorar as manchas. Além de cremes, é possível usar alguns comprimidos para diminuir os efeitos do Sol na pele e realizar tratamentos estéticos, como peelings químicos e alguns tipos de laser. Lembre-se de que apenas o Dermatologista associado à Sociedade Brasileira de Dermatologia é capaz de avaliar a sua pele e prescrever um tratamento personalizado para você.

Autoria: Dra Ângela Cassol

Médica Dermatologista associada à SBD

CRM-SP 150.087 / RQE 51.697

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *